A prensa de Deus

02/02/2013 23:20

 

 Mateus 26:36 a 46

 

Poucos momentos na vida de Nosso Salvador foram tão atormentadores quanto aqueles vividos no Jardim do Getsêmani.

O evangelista Mateus narra sua aflição, angústia e tristeza, mas é Lucas quem descreve suas gotas de sangue em forma de suor. O sofrimento foi intenso demais a ponto dele dizer: "Minha alma está angustiada até a morte" (v.38). É sobre este aperto de alma que quero refletir com você hoje.

 

A palavra Getsêmani quer dizer "prensa de azeite", era um jardim pequeno situado no Monte das Oliveiras. Ali onde se prensavam as oliveiras para se fazer azeite. O processo era simples, elas eram prensadas e esmagadas até escorrer o líquido precioso, o óleo final. Não é coincidência que Nosso Senhor tenha sofrido sua maior aflição num lugar chamado prensa. Aqui temos uma noção da profecia de Isaías: "... Ele foi moído pelas nossas transgressões, ...todavia ao SENHOR agradou moê-lo" (Is. 53:5,6).

 

Deus tem uma prensa para cada um de nós. Uma prova onde seremos testados quanto a nossa fé e obediência. De tempos em tempos somos prensados como oliveiras. A prensa de Deus pode suscitar em nós os mais extremos sentimentos de medo, solidão, tristeza e angústia. A duração pode variar bastante, horas, meses ou quem sabe anos. O processo é sempre doloroso e capaz de mexer com a nossa existência inteira e até com muitas pessoas queridas. Nunca é fácil passar pela prensa de Deus. Tenho certeza de que o propósito é sempre extrair de nós o melhor. Lembra de Cristo? Ele sofreu, foi prensado, contudo, o produto final desta prensa foi a nossa salvação. Aleluia! Não é diferente conosco, apenas se repete ao modelo do Getsêmani de Cristo.

 

Sucintamente, gostaria de destacar três lições que podemos aprender sobre a prensa de Deus:

1) Se Deus tem uma prensa para você, certamente não poderás evitá-la. Cristo pediu: "Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres (v.39). De fato, não foi possível mesmo passar, Ele teve de beber completamente. Se a prensa é para você, aceite-a com humildade. Esqueça a revolta e o sentimento de estar sendo injustiçado.

 

2) Nem sempre é possível ter companhia na prensa. Isto que gera maior sentimento de solidão. Jesus sentiu de perto a solidão, pediu aos seus discípulos que o acompanhassem, que orassem com Ele, mas todos dormiam (v.37,38,40 e 43). A prensa estava preparada somente para Cristo. Portanto, não se admire se todos não compreenderem você. Mas, enquanto depender de você seja solidário com aqueles que estiverem num momento de moenda espiritual. Abrace, ame e diga palavras de esperança.

 

3) Toda prensa tem um fim. Jesus se angustiou, pediu ajuda dos seus discípulos e até os advertiu, orou para que não acontecesse se possível, mas quando chegou o momento Ele sabia que estava perto de acabar. Iria piorar muito, mas Ele sabia que depois acabaria para sempre. Por isso, lembre-se, vai passar! Concentre-se nos resultados benéficos para sua alma e quem sabe para tanta gente achegada a você e também na oração. Orar é a tentativa de se conformar à vontade de Deus.

 

 

 

+Revmo.Dom Raniere Campos

   "Ad MAgnum Dei Gloriae"

 

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!