VOCÊ É ANSIOSO?

03/08/2012 22:30

 

"Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças" (Filipenses 4:6).

 

          A ansiedade é o mal do século. Alguns casos são tão sérios que recebem o diagnóstico de "transtorno de ansiedade".

Transtorno na saúde é tudo aquilo que altera ou desequilibra a ordem ou arranjo natural do bem estar do individuo. Na presente sociedade o número de pessoas que sofrem de ansiedade está aumentando. Seus sintomas mais comuns são: inquietação, agitação, úlceras estomacais, taquicardia, sudorese, além de gerar outros males como os transtornos: alimentares: afagia (perda do apetite), glutonaria (comer demais); do sono: insônia (perda do sono), sonolência (constante torpor). Cabe dizer também que algumas compulsões são manifestadas como por comprar, fumar, beber, jogar e etc.

          Diante de tantas reações prejudiciais vale a pena considerar o que a Palavra de Deus diz. Ela diz para não andarmos inquietos por coisa alguma, trocando em miúdos, não há motivos dignos para justificar a ansiedade. E nos apresenta um antídoto poderoso - a fé. Confiar em Deus é o melhor remédio para a "enfermidade da inquietação". Vejamos as dicas do Apóstolo São Paulo para um viver quieto e confiante.

           Em primeiro lugar, fale com Deus! Exercite-se na oração. A fala cura, ou seja, jogar para fora o que sente lhe fará bem, quanto mais jogar para Alguém que ama você e que escuta suas palavras com atenção e interesse. Nosso texto base nos encoraja "as vossas petições sejam conhecidas diante de Deus". O salmista Davi disse certa vez: "amo o SENHOR porque Ele ouviu a minha voz e se inclinou para ouvir a minha oração" (Salmo 116:1,2).

          Em segundo lugar, persevere na súplica! Isto quer dizer, insista nos seus pedidos a Deus com humildade, este é o significado de "pela oração e súplica". Suplicar testa nossa capacidade de esperar, uma vez que o sentido do termo traz consigo a ideia de apelar por uma causa difícil e demorada. Veja que maravilha a ansiedade faz a gente querer agora e nos adoece, enquanto que a súplica nos prepara e liberta para receber o que queremos num tempo que não é o nosso.

          Em terceiro lugar, seja agradecido! Isto mesmo, aprenda a ser grato por tudo que tem e não tem também. Ame o que você tem. É óbvio, mas nem sempre aceito que não podemos ter tudo o que queremos. Quando não podemos ter o queremos, muitas vezes desvalorizamos o que temos. Cuidado com a ingratidão porque é insaciável.

 

+Revmo. Dom Raniere Campos
Bispo da Diocese do Sertão

 
 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!